• Lygia Canelas

Dicas de redação para a web

Mas por quê você não pode simplesmente escrever e pronto?!


Porque leitor é um bicho que foge rapidinho quando o texto está confuso, longo e enrolando muito pra dizer logo o que realmente interessa.


Vamos conhecer algumas técnicas de escrita para web que irão te ajudar a produzir um conteúdo melhor e com maior chance de engajamento!


Para cada suporte de informação são necessários atributos diferentes para uma boa experiência de leitura.


Já podemos começar dizendo que a linguagem deve comunicar, "A palavra não foi feita para enfeitar, brilhar como ouro falso: a palavra foi feita para dizer". (Graciliano Ramos). O texto deve ser conciso, claro, objetivo, simples e comunicar a todos.



Vamos às dicas!


1_ Escreva frases curtas. No máximo as sentenças, ou seja, as frases devem ter 150 caracteres. Assim, as chances de se errar em concordâncias, vírgulas e conjunções serão reduzidas.


2_ Evite os adjetivos. O texto deverá sempre impessoal e no equilíbrio entre o coloquial e o formal. Formal demais dificulta o entendimento, coloquial demais é desagradável.


3_ Seja econômico. Insira a maior quantidade de dados relevantes, no menor espaço, para uso do menor tempo possível do leitor.


4_ Evite demonstrar intereresses ocultos, pontos de vista pessoais e ideias tendenciosas, a não ser claro, que esse seja exatamente o objetivo do seu texto.


5_ Crie vínculos adequados e ordenados entre as frases.


6_ Fuja dos advérbios, eles gealmente são vagos, por exemplo: bastante, rapidamente, absurdamente...


7_ Entre "assingelar"e "simplificar", qual palavra você deve escolher? Se possuem o mesmo significado, opte pela palavra mais simples.


8_ O texto deve ser redigido como se você estivesse conversando com um amigo, não precisa sofisticar, seja direto.


9_ Evite usar jargões ou termos técnicos, quem irá entendê-los? Se for mesmo necessário, explique o significado de forma rápida e contextualizada.


10_ Crie conteúdo que ofereça valor, credibilidade e que seja atrativo para o leitor.


11_ Escreva para o seu público. Para isso, primeiro você deve conhecê-lo e identificar suas dores e necessidades. Como? Por meio das pesquisas de persona.


Tem um post aqui sobre isso e um modelo gratuito pra você baixar: "O que é Persona?".


12_ Aprenda as técnicas do Search Engine Optimization (SEO), atribuindo ao texto palavras-chave relevantes para ajudar os mecanismos de busca a encontrarem o seu conteúdo na imensidão da web...


[Ilustração] Alto mar, um braço para fora da água.

[Ilustração] Alto mar, dois braços para fora da água e sinal de atenção. Uma barbatana de tubarão está próximo.


13_ Essas palavrinhas devem se posicionar estrategicamente no título e intertítulos, no texto (sem exageros e redundâncias). Deixe o texto natural e fluido, e não esqueça de inserir essas palavras-chave também no link do post.


14_ Estruture o texto em tópicos que servirão como guias para a leitura. Os intertítulos devem trazer o que as pessoas buscam sobre o assunto tratado do artigo seguido de blocos magros de texto. Assim, ao bater o olho na tela, fica fácil identificar o tema geral, os subtemas tratados e ir direto ao trecho desejado, como em uma espécie de índice, entende?

15_ Destaque as palavras e dados relevantes com o negrito, escolha um dado por bloco de texto apenas.


16_ Crie um link ao final do texto para outro conteúdo relacionado ao tema, de preferência seu mesmo! Mantenha o leitor no seu site ou perfil, por meio de posts relacionados, isso amplia a pesquisa sobre um determinado tema.


17_ O texto precisa ter começo, meio e fim. Lembra das aulas de dissertação na escola? O roteiro ainda vale: introdução, desenvolvimento e conclusão.


18_ No entanto, na web, as informações e dados mais relevantes precisam aparecer primeiro. Invista nas técnicas de escrita jornalística para aprimorar a concisão.



[Montagem] Fundo azul e uma pirâmide invertida dividida em 3 partes. Texto da parte 1: o que, quem, quando, onde, como e por quê. Texto da parte 2: informações secundárias. Texto da parte 3: dados complementares. Logo do Bibliothinking no canto inferior direito.


A imagem acima mostra a pirâmide invertida, uma técnica antiga que evoluiu para o jornalismo digital.


19_ O leitor de conteúdos na internet é alguém que recebe inúmeros estímulos e o tempo todo. O consumo pela tela do celular também exige economia de texto (porém não de relevância!).


20_ Agora que você já conheceu essas dicas, quero indicar outra super importante "A arte de escrever bem".

E aí, curtiu? Deixa o seu like pra gente saber!


13 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo