• Lygia Canelas

Os cem menores contos brasileiros do século

Atualizado: há 5 dias

O microconto é um gênero que muitos desconhecem, mas twiteiros de plantão, como eu, geralmente adoram.


Se você trabalha com redação para a web, Ux Writing, Tech Writing, escreve ficção ou poesia, com certeza vai adorar o gênero e o desafio.


"Quando acordou, o dinossauro ainda estava lá." (Augusto Monterroso)


"O mais famoso microconto do mundo acima, tem só 37 letrinhas. Inspirado nele, resolve desafiar cem escritores brasileiros deste século, a me enviar histórias inéditas de até cinquenta letras (sem contar título, pontuação). Eles toparam. O resultado aqui está. Se 'conto vence por nocaute'como dizia Cortázar, então toma lá."(Marcelino Freire)



E foi assim que surgiu este livro enorme de possibilidades a partir de pouquíssimas letras …


Conheci esse microconto do Augusto Monterroso na Oficina de Narrativas Breves, de Marcelino Freire que tive a alegria de poder participar lá em Suzano, minha terra natal. Além de ficar encantada com o Marcelino, toda a sua história e conhecimentos, me apaixonei pela escrita breve… mas confesso que é um desafio que exige muita revisão, clareza e esforço para o desapego.


Observe essa frase:

Ajoelhe, meu filho. E reze.

Agora, quando inserimos o título do microconto, perceba como todo o contexto muda em sua mente:

PEDOFILIA Ajoelhe, meu filho. E reze.

(Marcelino Freire)



Organizado pelo próprio Marcelino Freire, este livro apresenta cem escritores do século XXI, BRASILEIRÍSSIMOS e suas “pílulas ficcionais”.


Já falamos sobre o microconto em um post de Escrita Criativa: "".


Gostou desse conteúdo? Então compartilha com quem vai gostar!



3 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram - Cinza Círculo
  • LinkedIn - círculo cinza

© 2018 BIBLIOTHINKING. Todos os direitos reservados.

 

 

 

A gente adora o que faz!